Balanço da primeira quinzena do Projeto Biometria 2017 no Paraná

Balanço da primeira quinzena do Projeto Biometria 2017 no Paraná

Campanha biometria 21015-2016 TSE

Após 15 dias do início do Projeto Biometria 2017 no interior do Estado, um fato curioso chama a atenção do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná. Os eleitores de Carlópolis e Sengés têm demonstrado maior interesse na realização da biometria, se comparado a cidades de maior porte, como Umuarama e Paranavaí. Foram atendidos naqueles municípios diariamente uma média de 323 e 401 eleitores, respectivamente, ao passo que em Umuarama a média de comparecimento diário foi de 169 eleitores; e em Paranavaí a média foi de 357 eleitores, número muito abaixo da capacidade de atendimento desses municípios, considerando-se a estrutura logística montada nos Fóruns Eleitorais. No geral, o percentual de atendimento dos eleitores do Estado está dentro da meta estabelecida para 2017. Porém, faz-se necessário o empenho não apenas de juízes e servidores, mas também de toda a sociedade envolvida para que a biometria seja realmente uma realidade nas eleições de 2018.

Últimas notícias postadas

Recentes