Como participar da fiscalização do processo eleitoral?

Procuradora eleitoral Dra. Eloisa Helena Machado fala sobre fiscalização, desinformação e mulheres na política no TRE Entrevista

TRE-PR: Rádio Eleitoral para Todos entrevista Dra. Eloisa Helena Machado

Está no ar mais um TRE Entrevista. Nesta edição, as apresentadoras Melissa Medroni e Rubiane Kreuz conversam com a procuradora eleitoral Dra. Eloisa Helena Machado, única representante feminina perante a Corte do TRE-PR. O programa, que foi gravado antes da pandemia do Covid-19, está disponível no Spotify, no YouTube e nas redes sociais do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

Dentre os temas abordados, a procuradora ressaltou o papel do Ministério Público nas eleições de verificar a legalidade de atos de gestores e levar ao conhecimento da população a forma correta e legal dos processos. “A eleição tem várias fases e o Ministério Público Eleitoral acompanha todas elas, desde o registro da candidatura até a diplomação dos eleitos”, diz.

A doutora orienta a população a também participar do processo de averiguação, denunciando ações incoerentes e ilegais ao Ministério Público Eleitoral.

Acesse a Sala de Atendimento ao Cidadão do MPF

Desinformação

Na entrevista. Dra. Eloisa esclarece que a desinformação eventualmente promovida nas campanhas eleitorais será, certamente, penalizada. Ela afirma que os candidatos devem fazer uso das redes sociais para promover seus projetos, mas nunca para difamar ou compartilhar informações falsas a respeito de outros candidatos. “É muito bom que as pessoas utilizem sua liberdade de expressão e todos os meios disponíveis na sua campanha, mas nunca com notícias que não sejam verdadeiras.”

Candidaturas femininas

Dra. Eloisa também aborda a questão das candidaturas femininas. Ela acredita que é necessário fazer uma educação de dirigentes partidários e dos candidatos para que eles saibam que é exigência da lei que um partido possua 30% de candidatas mulheres.

A procuradora ainda orienta as mulheres que desejam inserir-se na política a, primeiramente, buscar identificar-se com algum partido e, em seguida, passar a frequentar as reuniões dessa organização política. Segundo ela, esses são os primeiros passos para que a mulher consiga, aos poucos, ganhar seu espaço no ambiente político.

 

Leia mais

Ministério Público Eleitoral do Paraná lança “Guia Prático do Candidato”

 

Texto: Beatriz Tedesco
Arte: Rita Vidal
Revisão: Melissa Diniz Medroni
Coordenação: Rubiane Barros Barbosa Kreuz

CCS/TRE-PR

 

Siga-nos no Twitter, no Instagram e no Spotify

Curta nossa página oficial no Facebook

Acompanhe nossas galerias de fotos no Flickr

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Últimas notícias postadas

Recentes