EJE-PR promove live sobre a segurança da urna eletrônica

A transmissão, mediada pelo Dr. Carlos Ritzmann, diretor executivo da EJE e apresentada pelo secretário de Tecnologia da Informação do TRE-PR, Gilmar de Deus foi acompanhada por centenas de internautas

Logomarca EJE

Na última quinta-feira (18), a Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) promoveu uma palestra virtual sobre a segurança da urna eletrônica, mediada pelo Dr. Carlos Ritzmann, diretor executivo da EJE e juiz membro da Corte do TRE-PR e apresentada por Gilmar de Deus, secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal.

A gravação, disponível na íntegra no canal do TRE-PR no Youtube, já foi assistida por mais de 700 pessoas. Na transmissão ao vivo, acompanhada por outras centenas de internautas, os participantes puderam interagir enviando perguntas.

Um projeto de cidadania

Durante as apresentações, o Dr. Carlos Ritzmann  ressaltou os pilares da Escola Judiciária Eleitoral do Paraná (EJE): capacitação e qualificação, atualização e um terceiro pilar que aborda o viés da cidadania. Nesse último, insere-se a conversa sobre a urna eletrônica.

Em 2019, todos os servidores e magistrados da Justiça Eleitoral foram capacitados para ampliar os conhecimentos referentes ao funcionamento e barreiras de segurança da urna eletrônica. O projeto Segurança do Voto, levou a Justiça Eleitoral às escolas de Ensino Médio para realizar palestras e orientações a respeito da seguridade do processo.

A live “Segurança da Urna Eletrônica” representa uma extensão desse projeto que, organizado e aplicado pela Escola Judiciária Eleitoral do Paraná (EJE-PR), atendeu 21.725 estudantes, 55 zonas eleitorais e 45 municípios.

A urna eletrônica

O apresentador Gilmar de Deus iniciou a palestra abordando alguns conceitos básicos sobre o tema, como criptografia, resumo digital e assinatura digital. Em seguida, apresentou um breve histórico sobre a evolução do voto no Brasil. Ele conta que, há 18 anos, as eleições são totalmente informatizadas no país e que esse processo é muito seguro. “Não existiu nenhuma evidência de fraude em qualquer uma das eleições que tivemos em todos esses anos”, afirma o secretário.

Gilmar de Deus evidenciou a segurança do processo eleitoral, abordando de forma explicativa a urna eletrônica, as cerimônias de auditoria e o dia da eleição. O servidor apresentou, ao vivo, uma urna eletrônica desmontada, mostrando as peças que a compõe e apontando todas as características que a tornam segura, como o fato de não possuir acesso à internet e ser lacrada. Gilmar também falou sobre as previsões para o futuro do processo eleitoral e finalizou a palestra respondendo algumas perguntas de eleitores que estavam assistindo o programa.

Texto: Beatriz Tedesco 
Arte: EJE-PR
Revisão: Isadora Schlabitz Canabarro Cunha
Supervisão: Isadora Schlabitz Canabarro Cunha
Coordenação: Rubiane Barros Barbosa Kreuz
CCS/TRE-PR


Siga-nos no Twitter, no Instagram e no Spotify

Curta nossa página oficial no Facebook

Acompanhe nossas galerias de fotos no Flickr

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Últimas notícias postadas

Recentes