STJ promove seminário sobre a Agenda 2030 no Poder Judiciário

O evento acontecerá no dia 27 de abril, de forma on-line

Banner de fundo branco, escrito em letras azuis: Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) fará, em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o seminário Diálogos sobre a Agenda 2030 no Poder Judiciário. O evento acontecerá no dia 27 de abril, com horário previsto das 9h às 12h.

Os debates acontecerão de forma on-line pela plataforma Zoom e serão transmitidos pelo canal do tribunal no YouTube; será fornecido certificado aos participantes. Faça sua inscrição.

O evento não tem validade para fins de Adicional de Qualificação, conforme disposto no art. 9º da Resolução: 23.380/2012 TSE, em função da carga horária.

Agenda 2030 é um compromisso assumido por líderes de 193 países, incluindo o Brasil, e coordenado pelas Nações Unidas, com a intenção de promover o desenvolvimento sustentável, erradicar a pobreza e garantir vida digna para todos. O plano indica 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS, e 169 metas.

Durante a cerimônia de abertura - que contará com a presença do presidente do STJ, Humberto Martins -, será assinado o ato de criação do Laboratório de Inovação, Inteligência e ODS (LIODS) no tribunal. A coordenação do evento é da conselheira do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Maria Tereza Uille Gomes.

Serão discutidos três temas: "Questões ambientais complexas e a Agenda 2030", "Preservação das florestas do Brasil e a Agenda 2030", "Metas 9 e 12 e a Agenda 2030". Estarão presentes nos debates conselheiros do CNJ, magistrados e autoridades no tema.

Texto: Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Imagem: Divulgação


Siga-nos no TwitterInstagramSoundCloudTikTok e LinkedIn

Curta nossa página oficial no Facebook

Acompanhe nossas galerias de fotos no Flickr

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Últimas notícias postadas

Recentes

#Dica3 Linguagem Cidadã: flexão de gênero

Resolução CNJ n º 376 instituiu o emprego da flexão de gênero para nomear profissão ou demais designações na comunicação social e institucional do Poder Judiciário nacional