Doutor Jean Carlo Leeck despede-se da Corte do TRE-PR

Magistrado exerceu papel determinante na defesa da instituição em meio aos ataques promovidos pela desinformação nas últimas eleições

em primeiro plano homem sorridente. ao fundo parece cor marrom claro.

Nesta quinta-feira (07/11), o membro da Corte na classe advogado efetivo doutor Jean Carlo Leeck despediu-se do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). A última sessão do magistrado, presidida pelo vice-presidente e corregedor, desembargador Tito Campos de Paula, ocorreu na tarde de ontem (06/11). A cerimônia de despedida, bastante concorrida, contou com a presença de ex-membros da Corte eleitoral, advogados e servidores da casa.

Nos discursos de despedida, foi especialmente lembrada pelos presentes a coerência de seus posicionamentos, sua eloquência e a experiência transmitida aos novos membros. “Me sinto privilegiado de presidir essa sessão”, afirmou o desembargador Tito, que resgatou uma parte da trajetória do doutor Jean, nascido em Campo Alegre (SC) e condecorado cidadão honorário de Curitiba em 2014.

Trajetória

Doutor Jean foi o membro que mais participou de sessões na Corte do TRE-PR: foram mais de 400 desde 2012, quando teve início uma série de mandatos. Para ele, um dos momentos mais marcantes da sua trajetória foi a aplicação da Lei da Ficha Limpa nas Eleições 2012. “Havia os precedentes dos tribunais superiores e da própria Corte, mas não um modelo especifico de aplicabilidade da nova lei. Foi um momento difícil e emblemático da democracia brasileira, com as decisões do TRE-PR servindo de paradigma no Tribunal Superior Eleitoral (TSE)”, lembra.

Neste último mandato, iniciado em 2017, exerceu papel determinante na defesa da instituição em meio aos questionamentos da sociedade com relação à segurança das urnas eletrônicas nas Eleições 2018. “Por ser o membro da Corte de plantão ou como presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB Paraná acabei sendo o centro de arguições e das manifestações perante o Tribunal e tive que responder à imprensa em diversas ocasiões”, diz.

O magistrado, que agora vai retornar ao exercício da advocacia, destacou-se ainda na presidência da Comissão Permanente de Segurança do TRE-PR, na qual firmou importantes convênios com as forças de segurança públicas do Paraná e do Exército. “Hoje rompo definitivamente as amarras da magistratura eleitoral”, afirmou, bastante emocionado, ao despedir-se da Corte.

Seu sucessor será escolhido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. A lista com os nomes dos indicados encontra-se na Casa Civil da Presidência.

 

Texto: Melissa Diniz Medroni com informações de Thiliane Leitoles e Valeska Loureiro
Imagem: Vilmar Chequeleiro
Revisão: Paulo Cezar Ribeiro
Coordenação: Rubiane Barros Barbosa Kreuz
CCS/TRE-PR

 

Siga-nos no Twitter, no Instagram e no Spotify

Curta nossa página oficial no Facebook

Acompanhe nossas galerias de fotos no Flickr

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Últimas notícias postadas

Recentes

30 anos da volta da democracia

Lembrada como a mais democrática pelo chefe de cartório da 105ª Zona Eleitoral, a eleição de 1989 foi marcada pela candidatura de grandes personalidades e lideranças históricas