Central de Combate à Desinformação Gralha Confere já conta com 46 instituições parceiras

Porta-vozes de entidades conveniadas comentam iniciativa do TRE-PR, que une o Paraná no combate às Fake News

Capa Gralha Confere

A Central de Combate à Desinformação Gralha Conferejá conta com a colaboração de 46 parceiros, entre instituições civis, órgãos públicos e veículos de imprensa. Lançado pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Tito Campos de Paula, o serviço possibilita que eleitores enviem duvidas sobre o processo eleitoral, pelo aplicativo WhatsApp, para o número (41) 98700-5100.

Os conteúdos selecionados e checados são divulgados no site do projeto, nos perfis oficiais do TRE-PR nas redes sociais e nas páginas das instituições parceiras. O objetivo é aumentar o alcance das publicações e, desta forma, alterar e reduzir o fluxo da desinformação sobre as Eleições 2020 nas plataformas digitais em âmbito regional.

Parceiros do Gralha Confere

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ-PR), desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, afirma que o mundo vem enfrentando uma onda de notícias falsas nos últimos anos e que essas informações acabam se agravando em período eleitoral. “A Central Gralha Confere é uma ferramenta fundamental para a checagem das publicações feitas nos diferentes meios de divulgação. O site comprovará ou não a veracidade das informações postadas e auxiliará o bom exercício democrático", diz.

De acordo com o presidente da Ordem dos Advogados do Paraná (OAB-PR), doutor Cássio Telles, "o Estado do Paraná, com essa iniciativa, sai mais uma vez na frente”. Ele ressalta que a desinformação é nociva em ambiente eleitoral, pois confunde o eleitor, atrapalha a escolha consciente e gera, muitas vezes, um linchamento moral. Portanto, segundo ele, a reação precisa ser rápida, uma vez que a velocidade de propagação das notícias, com as redes sociais, tornou-se instantânea.

O presidente da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (AERP), Michel Micheleto, acredita que o grande desafio, neste momento, é resgatar a confiança da população, abalada profundamente pela desinformação presente nas redes sociais, que afeta a todos. “É nosso papel dar importância à formação da cidadania e à qualidade da informação, portanto, a iniciativa do TRE-PR é imprescindível frente ao momento que vivemos”, afirma.

Segundo a relações públicas da Assessoria de Comunicação Social da Polícia Militar do Paraná (PMPR), capitã Esperança Minervini, o acesso à informação válida e segura é uma das condições para a preservação da democracia. “A PMPR considera o projeto Gralha Confere um marco para a cidadania e para o processo democrático no nosso estado. Para nós, é uma honra poder fazer parte desta história”, diz.

“Neste pleito atípico que teremos, com os eleitores temorosos em ir a locais com muita gente e percebendo certas mudanças no processo eleitoral, a começar pela data, as dúvidas serão ainda maiores”, diz o vice-presidente da Fecomércio PR, Ari Faria Bittencourt. Ele afirma que, neste ano, tendo em vista o quadro pandêmico enfrentado pela população, um programa como este se fará ainda mais importante.

Clique aqui para conhecer todos os parceiros do projeto

Acesse o site do projeto e fique por dentro das checagens do Gralha Confere

Texto: Thiliane Leitoles Trombini
Arte: Simone Hembecker
Supervisão: Melissa Diniz Medroni
Coordenação: Rubiane Barros Barbosa Kreuz
CCS/TRE-PR

Siga-nos no Twitter, no Instagram e no Spotify

Curta nossa página oficial no Facebook

Acompanhe nossas galerias de fotos no Flickr

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

 

Últimas notícias postadas

Recentes