Ação vencedora do Prêmio Boas Práticas Eleitorais 2019 promove maior acessibilidade para garantir exercício do voto a todas as pessoas

Inscrições para a 5ª Edição da premiação, que visa divulgar as melhores iniciativas da Justiça Eleitoral do Paraná, estão abertas até o dia 22 de setembro

imagem logotipo prêmio boas práticas

Em 2019, a ação “Transporte de eleitores e treinamento de colaboradores” venceu a categoria “acessibilidade” do Prêmio Boas Práticas Eleitorais. A atitude colaborou para a regulamentação, em todo o estado, da função de coordenador de acessibilidade, que foi estabelecida oficialmente pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) nas Eleições 2020. As inscrições para a 5ª Edição da premiação estão abertas até o dia 22 de setembro.

A chefe de cartório da 12ª Zona Eleitoral de São Mateus do Sul Ana Claudia Neumann Cabral fez parte da ação vencedora, juntamente com os servidores Jebneel Szrajia e Alexandre Muller. Ela conta que nas Eleições de 2018, a equipe sentiu a necessidade de melhorar a recepção do eleitorado e o fluxo da votação no maior colégio eleitoral da região. Nos dias de eleição, diversas pessoas se dirigem ao local para orientações sobre eventuais dúvidas e dificuldades. Por conta disso e do elevado número de eleitoras e eleitores, sendo muitos idosos, percebeu-se a demanda por uma organização adequada.

Ana explica que foi assim que surgiu a ideia de nomear um colaborador para auxiliar na recepção de pessoas idosas, de quem demonstrasse algum tipo de dificuldade ou que tivesse mobilidade reduzida. No dia de votação, esse profissional fica na entrada e conduz quem precisar de auxílio até suas respectivas seções, bem como fica disponível para esclarecer dúvidas. O colaborador no exercício dessa função deve ser empático, sobretudo. "Pensamos na inclusão em seu sentido amplo, considerando qualquer pessoa que tivesse receio em comparecer ao local de votação, demonstrando que cada um importa e que nenhuma dificuldade ou receio deve representar barreira para o voto”, declara.

Além disso, conta a servidora, a zona eleitoral intensificou a divulgação de que a eleitora ou o eleitor que não pudesse comparecer ao local de votação em virtude da idade, deficiência ou mobilidade reduzida, poderia solicitar o transporte em veículos disponibilizados por órgãos públicos à Justiça Eleitoral.

Nas Eleições 2020, essas colaboradoras e colaboradores passaram a exercer também outras funções, como orientar o eleitorado; fiscalizar a manutenção da ordem e a prática de boca de urna; evitar aglomerações; verificar o uso da máscara; entre outras. Nos locais onde não havia o coletor de justificativa, esse profissional também ficou encarregado de auxiliar no preenchimento dos formulários de justificativa.

Como fazer a inscrição para a Edição 2021

As inscrições para a 5ª Edição do Prêmio Boas Práticas devem ser realizadas via Sistema PAD. Para participar, é necessário entrar em contato com um dos mentores da premiação - servidoras e servidores vencedores de edições anteriores - que vão aconselhar sobre a metodologia e formato de inscrição. A escolha da mentoria fica a critério de quem for se inscrever, podendo dar preferência à pessoa pela afinidade ou conforme a pertinência com o tema da prática. Confira o edital completo da edição 2021 para mais informações.

O objetivo da premiação é identificar, estimular e compartilhar as melhores iniciativas da Justiça Eleitoral do Paraná. O evento, instituído pela Resolução TRE-PR n° 747/2016, visa dar reconhecimento aos profissionais que atuam no âmbito eleitoral. Os vencedores receberão o Troféu Boas Práticas e serão divulgados na Galeria dos Premiados.

Ana, que hoje faz parte da Comissão de Mentoria, compreende o Prêmio Boas Práticas Eleitorais como uma forma de estímulo para servidoras e servidores. Ela ressalta que não são somente ações grandiosas que se destacam, mas também os detalhes, que ganham relevância e têm potencial para fazer a diferença. “Muitos colegas acham que suas boas práticas não servem como modelo, mas é justamente o contrário, boas práticas simples e que surtem resultados são justamente aquelas que todos podem utilizar e aplicar no seu ambiente de trabalho”, diz.


Texto: Carla Tortato
Foto: Arquivo
Revisão: Beatriz Tedesco
Coordenação: Rubiane Barros Barbosa Kreuz
CCS/TRE-PR


Siga-nos no
Twitter, Instagram, SoundCloud, TikTok e LinkedIn

Curta nossa página oficial no Facebook

Acompanhe nossas galerias de fotos no Flickr

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Últimas notícias postadas

Recentes