Candidatos eleitos no Paraná são diplomados

A cerimônia aconteceu no Grande Auditório do Teatro Positivo, em Curitiba

Candidatos eleitos no Paraná são diplomados

Nesta terça-feira (18), o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) realizou a sessão solene de diplomação dos eleitos aos cargos federais e estaduais em 2018. A cerimônia, que se iniciou às 15 horas no Grande Auditório do Teatro Positivo, teve a mesa de honra composta pelas seguintes autoridades: o presidente do TRE-PR, desembargador Luiz Taro Oyama; o vice-presidente de corregedor regional eleitoral, desembargador Gilberto Ferreira; a procuradora regional eleitoral, doutora Eloísa Helena Machado; os juízes-membros da Corte, desembargador Luiz Fernando Wowk Penteado, doutor Pedro Luís Sanson Corat, doutor Antonio Franco Ferreira da Costa Neto, doutor Paulo Afonso da Motta Ribeiro e doutor Jean Carlo Leeck; os juízes-membros auxiliares da Corte, desembargador Tito Campos de Paula, doutor Ricardo Augusto Reis de Macedo e doutora Graciane Aparecida do Valle Lemos; além do diretor-geral do TRE-PR, doutor Sérgio Luiz Maranhão Ritzmann.

Discurso do presidente

O presidente do TRE-PR, desembargador Luiz Taro Oyama, realizou a entrega do documento que habilita os eleitos a tomarem posse para exercerem os mandatos em seus respectivos cargos. Em seu discurso, inicialmente agradeceu o empenho de todos que contribuíram para a realização das Eleições 2018: mesários, roteiristas, administradores de local de votação, veículos de comunicação, Exército Brasileiro, Polícias Federal, Civil e Militar, Guarda Municipal e todas as autoridades da área de segurança pública, membros da Corte do TRE-PR, juízes e promotores eleitorais e servidores da Justiça Eleitoral. No total, ressaltou o desembargador Oyama, foram cerca de 200 mil colaboradores que trabalharam para atender as mais de 26,6 mil seções eleitorais em quase 5 mil locais de votação em todo o estado do Paraná.

O presidente do TRE-PR lembrou ainda os mecanismos de segurança da urna eletrônica, diante de um processo de votação que enfrentou o desafio de desmentir as fake News que contestaram lisura do processo de votação. Destacou que as supostas inconsistências apontadas foram apuradas e nenhum indício de funcionamento indevido por parte das urnas foi verificado. Para demonstrar a confiabilidade do sistema, o TRE-PR realizou audiências públicas e a auditoria das urnas impugnadas no dia 19 de outubro.

Dirigindo-se aos eleitos, o desembargador Oyama reforçou a importância da defesa dos valores democráticos: “Sendo-lhes confiadas a administração do estado e a participação na administração do país, imperioso que o façam por aqueles que os elegeram e sempre nos termos da constituição, não se afastando dos fundamentos e dos objetivos da nossa república e dos valores e dos princípios da nossa democracia, prezando, minimamente, pelos direitos e garantias já insculpidos, pela a ordem e pelo progresso”.

Diplomação

Foram diplomados nesta terça-feira (18) o governador e o seu vice, dois senadores, quatro suplentes de senador, 30 deputados federais, 54 deputados estaduais, 21 suplentes de deputado federal e 39 suplentes de deputado estadual. A entrega do diploma marca a abertura de prazos importantes para a Justiça Eleitoral, como o início do prazo para o ajuizamento de ações de impugnação da diplomação e de impugnação do mandato eletivo, bem como o encerramento dos trabalhos da Justiça Eleitoral relativos à eleição recém-concluída. De acordo com a Lei, a diplomação “é o ato pelo qual a justiça eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo”.

Estiveram presentes à cerimônia, entre outras autoridades, a governadora do estado do Paraná, doutora Maria Aparecida Borghetti; o presidente da Assembleia Legislativa do estado do Paraná, o deputado Ademar Luiz Traiano; o desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, representando o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador Renato Braga Bettega; a procuradora-chefe da Procuradoria da República do estado do Paraná, doutora Paula Cristina Conti Thá; o doutor Sandro Martins, representando o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção do Paraná, doutor José Augusto Araújo de Noronha; os senhores e as senhoras eleitas nos pleitos majoritários e proporcional pelo estado do Paraná em 2018; autoridades representantes das Forças Armadas e da área de Segurança Pública; e entidades associativas.

Últimas notícias postadas

Recentes