CNJ seleciona projetos de Inteligência Artificial

Centro de Inteligência Artificial para o PJe foi instituído pelo CNJ em fevereiro deste ano

CNJ seleciona projetos de Inteligência Artificial

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) abriu inscrições para a seleção de projetos de pesquisa para o Centro de Inteligência Artificial aplicada ao Processo Judicial Eletrônico (PJe).

No edital, o CNJ define o objeto do processo de inscrição de projetos, as condições para participação, os critérios e o cronograma. Além disso, prevê a realização de workshops de orientação para a produção colaborativa de Modelos de Inteligência Artificial, agendados para os dias 16 e 22 de maio e 5 e 19 de junho. Essas serão as quatro primeiras edições do treinamento, que ocorrerá periodicamente, e tem como objetivo capacitar servidores e magistrados do Poder Judiciário a utilizarem a plataforma Sinapses.

As linhas de pesquisa são soluções para automação dos processos e rotinas de trabalho da atividade judiciária e soluções de apoio à decisão dos magistrados. Em ambas situações, as linhas de pesquisa para os projetos deverão ser direcionadas à melhoria da prestação jurisdicional e estímulo da produção científica, aplicadas ao aprimoramento dos serviços judiciários.

Inovação

O Centro de Inteligência Artificial para o PJe foi instituído pelo CNJ em fevereiro deste ano com a finalidade de pesquisar, produzir e atuar na incorporação de inovações tecnológicas na plataforma do PJe. A base para o trabalho será o sistema Sinapses, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) e incorporado ao portfólio de soluções do CNJ.

Eventuais dúvidas podem ser sanadas com o Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação, por meio do telefone (61) 2326-5358 e do e-mail inovapje@cnj.jus.br.

Últimas notícias postadas

Recentes