Demonstração do projeto Eleições do Futuro 2020 em Curitiba acontece na PUCPR

Empresas e startups apresentarão, no dia 15 de novembro, propostas para o aprimoramento do sistema eletrônico de votação

Eleitor do futuro

No próximo domingo (15), no primeiro turno das Eleições 2020, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Tito Campos de Paula, acompanha, a partir das 9h30, no Bloco 1 do campus da PUCPR (Rua Imaculada Conceição, 1155, Prado Velho), a abertura do projeto "Eleições do Futuro", iniciativa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para incentivar empresas inscritas em chamamento público a realizar demonstrações de propostas de inovações para o sistema eletrônico de votação.

As demonstrações para o público que comparecer ao local acontecem das 10h às 15h. Além de Curitiba, as instituições privadas inscritas também vão expor suas propostas nas cidades de Valparaíso de Goiás (GO) e São Paulo (SP). O Laboratório de Inovação, Inteligência e Objetivos do Desenvolvimento Sustentável do TRE-PR (LIODS) ficou responsável pela organização do projeto no Paraná.

Confira a distribuição das empresas por cidade

Lançado em setembro, o projeto "Eleições do Futuro" tem como objetivo iniciar estudos e avaliações para eventual implementação de inovações no sistema eleitoral. As propostas devem preencher três requisitos: segurança da votação, proteção ao sigilo do voto e eficiência. Depois da eleição, o TSE decidirá se adotará ou não alguma inovação no sistema de votação.

Empresas envolvidas

O evento deve expor as novas formas de votação on-line desenvolvidas pelas empresas: Infolog Tecnologia, GoLedger, RelataSoft, Smartmatic, Gold Lock, OriginalMy, Blue Trix, Griaule Ltda, Certsign, DigiSign Ltda, Neuvote, Procerti, Thoma Greg & Sons do Brasil, Waves Enterprise, IBM, Criptonomia, Claro, Exsis, Indra Company, Servix Informática, Vsoft, Fidelity Mobile, Nova Opção Representação, Lever Tech, Perseu Software e o Instituto Nacional de Excelência em Políticas Públicas (INEPP).

Como participar

As simulações serão monitoradas pela Justiça Eleitoral e contarão com a colaboração de eleitores interessados, que votarão em candidatos fictícios. Não é necessária inscrição prévia, apenas comparecer ao local.

Texto: Matheus Zilio
Imagem: Claudia Calciolari de Lima
Revisão: Melissa Medroni
Coordenação: Rubiane Barros Barbosa Kreuz
CCS/TRE-PR

Siga-nos no Twitter, Instagram, SoundCloud e TikTok

Curta nossa página oficial no Facebook

Acompanhe nossas galerias de fotos no Flickr

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Últimas notícias postadas

Recentes