Oficina de Linguagem Cidadã reúne ouvidorias públicas de todo o país

Promovido pelo Colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral, curso reuniu cem representantes de instituições públicas dos três poderes nas esferas federal, estadual e municipal

Foto da tela exibindo alguns participantes do evento on-line

Nesta quarta-feira (16), foi realizada a oficina “Linguagem Cidadã” para ouvidorias públicas de todo o país. O treinamento por videoconferência, promovido pelo Colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral (COJE), reuniu cem representantes de instituições públicas dos três poderes nas esferas federal, estadual e municipal.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Tito Campos de Paula, destacou que esta é uma forma de avançar na conquista da cidadania. “A Ouvidoria tem que ter a sensibilidade de saber se comunicar bem com a sociedade e a Linguagem Simples tem papel importantíssimo neste processo”, declarou.

De acordo com o ouvidor do TRE-PR e vice-presidente do COJE, doutor Thiago Paiva dos Santos, trata-se de uma iniciativa pioneira para atender os normativos em vigor no Brasil, como a Resolução CNJ n°376/2021, a Lei de Acesso à Informação e a Lei Geral de Proteção de Dados. “Nós, como profissionais da Ouvidoria, temos a obrigação de nos comunicar com clareza e de forma compreensível a todas e todos”, afirmou.

A capacitação foi realizada pela jornalista e servidora da Justiça Eleitoral Melissa Diniz Medroni. Ela é pós-graduada em Leitura de Múltiplas Linguagens e trabalhou na compilação da Cartilha Linguagem Cidadã do TRE-PR, lançada em abril deste ano. A palestrante reforçou que a boa comunicação permite a qualquer pessoa encontrar facilmente o que procura, compreender e usar essa informação sem ter que ler o mesmo texto várias vezes ou pedir auxílio a terceiros.

Cidadania compartilhada

Neste ano, a Cartilha de Linguagem Cidadã do TRE-PR foi compartilhada com o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), por solicitação da sua Escola Judiciária Eleitoral (EJE). Lafaiete Ribeiro de Campos, oficial de gabinete da Escola, informa que o regional pretende oferecer um curso sobre o tema para o público interno da instituição.

A Comunicação Social do TRE de Santa Catarina, a pedido de seu diretor-geral, também procurou o Regional Eleitoral do Paraná para ter acesso à cartilha. Foi produzida uma versão do material com a logomarca da Justiça Eleitoral para que o TRE-SC pudesse utilizá-la com suas áreas internas e entidades parceiras.

Estratégia Nacional

A cartilha “Linguagem Cidadã” atende ao macrodesafio da Estratégia Nacional do Poder Judiciário de Fortalecimento da Relação Institucional do Judiciário com a Sociedade. A iniciativa também contempla os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4 (Educação de Qualidade), 5 (Igualdade de Gênero), 10 (Redução das Desigualdades), 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes) e 17 (Parcerias e Meios de Implementação) da Agenda 2030 da ONU.

Clique aqui para fazer o download da Cartilha de Linguagem Cidadã do TRE-PR


Texto: Carla Tortato e Caroline Campos de Oliveira
Revisão: Beatriz Tedesco
Foto:  Everton
Bahl Grabski
Coordenação: Rubiane Barros Barbosa Kreuz
CCS/TRE-PR


Siga-nos no Twitter, Instagram, SoundCloud, TikTok e LinkedIn

Curta nossa página oficial no Facebook

Acompanhe nossas galerias de fotos no Flickr

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Últimas notícias postadas

Recentes